troperville

tools

toys


main index

Narrative

Genre

Media

Topical Tropes

Other Categories

TV Tropes Org
random
Pt: Tropos Lendarios
NOTA: O TV Tropes atualmente é incapaz de reproduzir música em suas páginas. Para obter uma experiência otimizada, favor murmurar Assim falou Zaratustra enquanto lê abaixo.

Aqui se encontra uma lista dos tropos mais largamente conhecidos e geralmente citados em todo esse site. Se você é novo no TV Tropes, ela te dará uma boa base para entender o nosso... hum... vocabulário único.

Por outro lado, se você é um contribuidor veterano e ainda não está familiarizado com esses artigos, essa lista pode se provar bastante informativa.

A maioria das páginas individuais tem seus próprios vocábulos e tropos especiais - veja cada uma separadamente para detalhes.

Veja também Trope Overdosed, para o equivalente em uma obra; Glossário do TV Tropes; e Lista Canônica das Distinções Sutis Entre Tropos.


Tropos

  • Adaptation Decay: Quando uma história tem alguns de seus elementos essenciais alterados ou removidos nas adaptações.
  • Moral Da Historia: A moral da história.
  • Anvilicious: Uma moral tão sem sutileza que é como ser atingido na cabeça por uma bigorna.
  • Applied Phlebotinum: Qualquer explicação sobre um elemento do enredo que, não importa quão complicada e inteligente soe, é praticamente um sinônimo de "funciona por mágica".
  • Ass Pull: Quando um elemento da história é introduzido sem nenhuma preparação. Basicamente, ele foi tirado do traseiro do autor.
  • Author Appeal: Inclusão de elementos na história parcial ou totalmente porque eles fazem parte dos interesses, fetiches ou esquisitices do autor.
  • Badass: Um personagem capaz de feitos surpreendentes (quando não inacreditáveis); geralmente relacionam-se com habilidades de combate.
  • Bellisarios Maxim: "Nós poderíamos atar todas as pontas soltas da história, mas isso levaria muito tempo."
  • Berserk Button: Alguma coisa que leva uma pessoa aparentemente normal à raiva e fúria.
  • Better Than It Sounds: A ideia é ridícula, mas funciona de forma excelente.
  • Beyond the Impossible: Forçar a barra além do inacreditável.
  • Grande Mal: O cara mau (ou o problema, ou a situação a ser resolvida) por trás de todos os outros.
  • Big Damn Heroes: Os heróis chegam bem a tempo de salvar o dia.
  • Big "NO!": Gritar "NÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOOO!", geralmente em frustração ou desespero.
  • Bordão: Frase constantemente repetida por um personagem.
  • Brainwashed: Um personagem é hipnotizado para fazer algo contra sua vontade.
    • Brainwashed and Crazy: Um caso mais perigoso do anterior, pois o personagem é hipnotizado para atacar alguém ou causar destruição.
  • Buffy Speak: Uma explicação bagunçada de alguma coisa, feita por alguém inteligente, mas não articulado o suficiente para se fazer entender.
  • Canon: Enredo, caracterizações, e elementos da história que de fato acontecem.
    • Fanon: O que não é Canon. Enredo, caracterizações, e elementos da história que não ocorreram oficialmente, mas que os fãs acreditam que são suficientemente apoiados ou implícitos para serem considerados "verdade".
  • Call to Adventure: A aventura vai ao encontro do herói.
  • Chekhovs Gun: Um elemento da história que é discretamente introduzido agora, mas se torna extremamente significante mais tarde.
  • The Chessmaster: Um personagem que cria complexos planos, e que se envolve em vários eventos para fazer os ditos planos funcionarem.
    • Manipulative Bastard: Um vilão que consegue o que ele quer manipulando as emoções das outras pessoas.
    • Magnificent Bastard: Chessmaster + Manipulative Bastard, com um monte de carisma no pacote.

  • Cloudcuckoolander: Um personagem que tem uma personalidade aérea e, embora não seja necessariamente estúpido, geralmente tem lapsos de falas ou atitudes estrahnas.
  • Complete Monster: Um vilão horrivelmente mau e muito cruel, um vilão completamente além da redenção, digno de um Destino Pior Que A Morte.
  • Conret [Retcon]: O ato de retratar informações anteriormente estabelecidas como Canon de um modo diferente, algumas vezes até com contradições, para impulsionar a trama atual. Abreviatura de "Continuidade retroativa".
  • Crosses the Line Twice: Algo para de ser ofensivo e começa a ser divertido.
  • Darker and Edgier: Uma tendência dos programas que querem dar um novo estilo a si mesmos que é, bem, mais sombrio e afiado. Eles tentam adicionar mais angústia, mais violência e mais ódio nos personagens.
  • Dead Horse Trope: Um tropo que foi tão trabalhado, analisado e sacaneado, que sua diferentes variações e paródias tiveram que ser classificadas e nomeadas. A maioria dos clichês são simplesmente Tropos Desacreditados.
  • Deal with the Devil: Um personagem troca sua alma ou similar para obter benefícios do capeta.
  • Department of Redundancy Department: Repetição repetitiva.
  • Deus ex Machina: Um elemento que o autor insere na história especificamente para consertar um problema na narrativa.
  • Did Not Do The Research: Qualquer coisa na ficção que é impossível ou imprecisa (seja essa coisa falada, feita ou mostrada), principalmente porque quem fez a obra não se preocupou nem um pouco em checar os fatos. Ou eles não sentiram que importava se fosse verdade.
  • Draco in Leather Pants: A tendência dos fãs de fetichizar um determinado personagem (geralmente um vilão ou Anti Herói), e mostrar seu lado atrativo em lugar de suas falhas de personalidade.
  • The Dragon: Um personagem que representa e personifica a força bruta das maldosas ambições do cara mau, muitas vezes atuando como seu braço direito ou guarda-costas.
  • Ear Worm: Uma música que simplesmente gruda na sua mente.
  • Epileptic Trees: Selvagens teorias e especulações dos fãs sobre os mais obscuros pontos do enredo e caracterizações.
  • Everyone Is Jesus in Purgatory: A ideia de que simbolismo existe em todos os lugares, até em lugares em que ele não existe.
  • Everythings Better With Princesses: O uso de princesas é bastante popular na ficção, assim, elas tendem a aparecer sempre que um escritor consegue encaixá-las na trama.
  • Exactly What It Says on the Tin: Exatamente o que diz na lata no título.
  • Executive Meddling: Quando um trabalho é alterado apenas porque a alta administração da empresa quer que ele seja alterado.
  • Faux Symbolism: Alusões históricas, filosóficas e religiosas desnecessárias apenas para dar ao programa uma aura sofisticada.
  • Fanservice: Material adicionado para o prazer dos fãs. Tradicionalmente, isso significaria qualquer coisa que um telespectador casual não iria entender; hoje, quase sempre é relacionado com conteúdo sexual.
  • Finagles Law: Qualquer coisa que puder dar certo, dará errado. Seguindo a si mesma, costuma ser erroneamente tratada como "A Lei de Murphy".
  • Five-Man Band: Um time heroico fixo, com cinco personagens, cujas caracterizações e interações de uns com os outros caem em papéis diferentes, específicos e balanceados. Variações incluem Trio Poderoso, Conjunto De Quatro Garotas e Conjunto De Quatro Temperamentais.
  • Flanderization: Simplificar personagens anteriormente complexos ao transformar uma de suas características em sua única definição.
  • Fourth Wall: A parede metafórica entre personagens e público. A maior parte dos personagens de ficção não tem a menor ideia de que estão em uma história.
    • Breaking the Fourth Wall: Exceções ao que é dito acima. Cenas nas quais os personagens demonstram que eles estão cientes do público e do fato de estarem em uma história.
    • No Fourth Wall: Séries e personagens para os quais quebrar a quarta parede é uma regra, não uma exceção.
  • Freud Estava Certo [Freud Was Right]: O público vê sexo onde não há.
  • Freudian Excuse: Quando os escritores dão uma desculpa para o porquê de o vilão ser mau.
  • Fridge Logic: Erros de lógica ou enredo, que não prejudicam o prazer da história, de fato, só são percebidos em retrospecto, como quando o telespectador está voltando para a geladeira após o show.
  • Garota Da Ação: Mulheres heroicas que são populares, mesmo que estejam na história apenas para ninguém dizer que só há homens.
  • Genre Blindness: Quando os personagens cometem erros que indicam que eles nunca viram nada relacionado ao gênero que se encontram, e que nunca aprendem com suas experiências. "Personagens se separando enquanto exploram uma casa mal-assombrada" é um dos usos mais reconhecidos desse tropo lá fora, até mesmo entre pessoas que não sabem o que um "tropo" é.
    • Genre Savvy: O oposto ao que é dito acima; um personagem compreende os tropos relevantes para a sua situação e usa seus conhecimentos do gênero em sua vantagem.
  • Getting Crap Past the Radar: O ato de passar material aparentemente obsceno ou vulgar pela censura.
  • Gilligan Cut: Um personagem protesta veementemente contra fazer algo louco e absurdo, e a cena seguinte mostra o personagem fazendo exatamente isso. O primeiro tropo de todos nessa wiki.
  • Hand Wave: Uma explicação breve é oferecida que, bem, não é exatamente uma explicação, mas tira a pergunta do caminho para que a história possa funcionar.
  • Heel-Face Turn: Quando um personagem muda do lado mau para o bom.
    • Face-Heel Turn: O oposto do acima. Quando um personagem muda do lado bom para o mau.
  • Hilarity Ensues: As consequências das atitudes de um personagem em um programa de comédia.
  • Ho Yay: Uma cena ou evento entre dois personagens do mesmo gênero que implica tensão sexual entre eles.
  • Idiot Ball: Um objeto metafórico segurado por um personagem (normalmente sensato) que leva à criação de um conflito principal no enredo por conta de sua própria estupidez.
    • Idiot Plot: Um enredo que só funciona com todos os personagens agindo como idiotas.
    • What an Idiot: Similar à Idiot Ball, isso ocorre quando um personagem desvia-se mais do que seria considerado simples bom senso.
  • Jerk with a Heart of Gold: Um sujeito desagradável, que é realmente um cara legal por baixo.
  • Jerkass: Um personagem que é ofensivamente desagradável.
  • Jumping the Shark: Um evento ou momento específico no qual uma obra em andamento começa a declinar em qualidade ou criatividade.
  • Just in Time: Salvação que chega bem na hora para criar um falso clima de suspense.
  • Justified Trope: O trabalho oferece uma explicação para um tropo que seria, de outro modo, ilógico.
  • Kick the Dog: Qualquer ato feito por um personagem para ganhar raiva da audiência e ilustrar sua odiosa natureza interna.
    • Pet the Dog: Um ato gentil que revela que um personagem maldoso é sensível e carinhoso por dentro.
    • Moral Event Horizon: Um ato tão cruel, mau e desprezível, que condena de forma irrevogável o caráter de um personagem aos olhos do público.
  • Lampshade Hanging: Quando um escritor admite para o público que ele está usando um tropo.
  • Large Ham: Quando um ator desempenha um papel com exagerado entusiasmo.
  • MacGuffin: Um objeto físico, em redor do qual há uma procura que dirige a trama.
  • Magic A Is Magic A: As "Regras do Mundo", um conjunto de leis e temas que fazem todo o universo crível enquanto elas são consistentes. Quebrá-las pode destruir a vontade do público de aceitar a história.
  • Mary Sue: Quando um personagem ganha muitos benefícios do autor. Tem sofrido uma considerável deterioração, devida tanto à sua subjetividade quanto ao seu status pejorativo.
  • Masquerade: Coisas estranhas existem, mas por alguma razão tem que ser escondidas do público em geral. A história, portanto, tem lugar no "mundo real", mas com um submundo (não necessariamente subterrâneo) sobrenatural.
  • Memetic Mutation: Coisas (geralmente frases) que são repetidas e parodiadas por todo lado, até o ponto em que se tornam uma mania. A mutação entra quando o aspecto sendo repetido não representa a série ou o personagem como um todo.
  • Mind Screw: Um enredo tão confuso e alimentado com simbolismos e dramas psicológicos que é difícil dizer ao certo o que de fato aconteceu.
  • Mooks: Capangas. Os soldados fracotes e sem nome que existem para serem derrotados em massa pelos heróis.
  • More Dakka: Atirar muitas, mas muitas balas além do necessário.
  • MST3K Mantra: "É só um show, eu realmente deveria apenas relaxar." Atenção para não se investir demais ou ficar muito emocionalmente envolvido com trabalhos de ficção. Não é o fim do mundo; não leve as coisas tão a sério. Apenas sente-se e aproveite a viagem.
  • Muggles: As pessoas "normais" que existem fora dos incomuns, extraordinários, sobrenaturais ou paranormais eventos que acontecem no enredo.
  • Ninja Pirate Zombie Robot: Combinar duas ou mais coisas maneiras torna o conjunto mais incrível do que a soma de suas partes.
  • Nintendo Hard: Um videojogo que é muito difícil.
    • That One Boss: Um chefe de um videojogo que é considerado mais difícil/frustante que os outros chefes do jogo.
    • That One Level: Uma fase de um videojogo que é considerada mais difícil/frustante que as outras fases do jogo.
  • Oldest Ones in the Book: Tropos que realmente foram proferidos por nossos antepassados.
  • One-Winged Angel: O Grande Mal de repente se transforma em uma criatura monstruosa.
  • O Poder do Amor: Quando o amor faz alguma reviravolta sobrenatural no enredo acontecer.
  • Palavra De Deus [Word Of God]: Qualquer afirmação feita pelos autores para esclarecer partes confusas ou controversas do enredo.
  • Recycled IN SPACE: Uma história, premissa, ou elenco familiar localizado em um diferente (geralmente fantástico ou bizarro) contexto.
  • Redshirts: Os soldados anônimos e dispensáveis, cuja única finalidade é acrescentar gravidade emocional para a história ao serem vítimas em batalhas. Frequentemente mortos para mostrar que uma situação é perigosa sem ter de colocar um dos personagens principais em risco.
  • Regra Do Engraçado: Se algo é engraçado o bastante, isso não precisa fazer sentido.
  • Regra do Maneiro: Se algo é legal o bastante, isso não precisa fazer sentido.
  • Running Gag: Uma piada recorrente em um episódio ou uma série.
  • Saving the World: O destino de todo o mundo conhecido está pendendo na balança, com o protagonista de um lado e a Dominação Mundial (ou The End of the World as We Know It) do outro.
  • Tendência de Personagem: De um modo geral, ao analisar os tropos nos quais um personagem se encaixa, você pode, na maior parte, encontrar em que tipo de alinhamento o dito personagem está inserido. Isso é baseado em um sistema similar ao usado nos jogos de Dungeons & Dragons. Para referência, aqui seguem todos os alinhamentos:
    • Lawful Good: Jurou cumprir a lei e justiça em nome do bem e da coisa certa a ser feita.
    • Neutral Good: Acredita que a lei é muito boa e tudo mais, porém pode ser desobedecida, caso fique no caminho da coisa certa a ser feita.
    • Chaotic Good: Não dá mínima para a lei, e só segue seu próprio ideal de moral.
    • Lawful Neutral: A lei deve ser acatada antes de fazer o que é certo.
    • True Neutral: Bastante auto-demonstrativo. Esse personagem realmente não faz muito para incluir-se em um alinhamento normal.
    • Chaotic Neutral: Geralmente segue seus próprios impulsos, e, na sua maior parte, apenas para satisfazer seus próprios desejos.
    • Lawful Evil: Acredita ou na ordem máxima a todo custo, ou em manipular um sistema de modo a melhor beneficiar seus próprios objetivos.
    • Neutral Evil: Procura puramente os seus próprios desejos, doa a quem doer, e vai quebrar e obedecer às leis que bem entender.
    • Chaotic Evil: Na busca de seus próprios (e maus) desejos, não irá seguir qualquer lei ou ordem que fique em seu caminho.
  • The Scrappy: Um personagem que é odiado pelos fãs de todos os continentes, às vezes até com uma razão.
  • Sealed Evil in a Can: Um vilão ou uma força das trevas é trancado para evitar sua fuga. Normalmente se liberta.
  • Serious Business: Uma atividade fútil ou banal que os personagens de um programa levam mais a sério do que deveriam, e que forma a base da história. Algumas vezes se estende a todos no mundo dos personagens.
  • Sequelitis: Uma ocorrência infelizmente comum na qual as sequências não fazem jus aos seus antecessores.
  • Shout-Out: Uma referência meio sutil a algum trabalho de outro autor que o autor gosta.
  • Sliding Scale of Idealism Versus Cynicism: A ideia de que todas as histórias precisam responder alguma questão sobre natureza da realidade. A maneira correta de se abordar os conflitos da trama é então fruto dessa conclusão. A questão é algo como: "O que melhor derrota o mal? Uma bala entre os olhos, ou O Poder da Amizade?"
  • So Bad, It's Good: Pode significar duas coisas: 1) Uma obra que é intencionalmente tosca, com o intuito de ser divertida. 2) Uma obra que foi criada para ser boa, mas que ganhou uma base de fãs por quão ridícula ela é.
  • Squick: Algo que te causa náuseas e/ou repugnância.
  • Stable Time Loop: Um viajante do tempo tenta impedir um evento, mas acaba inadvertidamente causando-o.
  • Status Quo É Deus [Status Quo Is God]: Cada episódio termina com os protagonistas mais ou menos onde eles começaram, uma vez que mudanças fariam com que qualquer um que não viu esse episódio se perdesse nos próximos. Se eles se tornarem ricos no início do capítulo, eles perderão o dinheiro no final, e por aí vai. Algumas boas décadas de programas de televisão, principalmente comédias, têm vivido por isso. Evitar esse tropo, contudo, tem se tornado bastante comum nos últimos anos.
  • Stealth Pun: Um trocadilho com uma crítica escondida.
  • Story Arc: Uma série de histórias que se movem gradualmente para uma única história maior.
  • Sub-Trope: Uma especialização de outro tropo, que se distingue dele o suficiente para ter sua própria página.
  • Subverted Trope: Uma história coloca o público em uma situação que geraria um tropo, mas puxa o tapete de seus pés no último momento ao fazer algo que difere das suas expectativas.
  • Take That: Qualquer momento em que uma obra de ficção ataca algo que o autor não gosta.
  • Techno Babble: Explicações que soam complexas ou inteligentes com a intenção de transmitir a aparência de profundidade tecnológica do universo de uma história, não têm, contudo, que fazer sentido algum.
  • The End of the World as We Know It: Civilizações ou a vida (algumas vezes planetas inteiros) sendo destruídas.
  • This Is SPARTA: Falando! Com! ÊNFASE!
  • This Loser Is You: A tendência das obras de possuírem heróis medíocres, idiotas e coisas do tipo, por acreditarem que é com eles que o público simpatiza mais.
  • They Fight Crime: Já tem personagens interessantes? Precisa de uma ocupação para eles? Alguma coisa que eles possam repetir infinitamente?
  • Triângulo Amoroso: Relacionamentos complicados envolvendo três pessoas. Às vezes envolvem todas as pessoas que conseguirem, também podem ter várias formas.
  • Trocadalho ([[Spoonerism do Carilho]]) [Incredibly Lame Pun]: Um trocadilho extremamente infame.
  • Tsundere: Mulheres cujo temperamento vai do quente ao frio.
  • Understatement: Dizer que, por exemplo, os tropos dessa página aparecem poucas vezes no TV Tropes.
  • Verdade Na Televisão [Truth In Television]: Quando um tropo acaba por ter um similar na Vida Real.
  • Viewers Are Morons: Uma atitude geralmente tomada pelos produtores, estupidificando programas ou removendo aspectos mais complicados da história para este ter apelo a um público maior.
  • Wangst: Angústia excessiva, ou angústia feita de forma errada.
  • What Do You Mean Its Not Awesome: Tentar transformar cenas mundanas em eventos fabulosos ao usar efeitos especiais ou outros recursos estilísticos.
  • What Do You Mean, It's Not Symbolic?: Inclusão de várias referências religiosas, filosóficas e históricas desnecessárias, com o intuito de dar à obra um ar sofisticado.
  • Willing Suspension of Disbelief: A boa vontade do telespectador em aceitar a história. Ela não precisa seguir as leis da física ou ter lógica, necessariamente, mas ela tem que cumprir as regras que ela mesma impõe, que são geralmente tratadas como "lógica interna".
  • Writer on Board: Quando o autor invade a obra e modifica características dos personagens ou elementos do enredo previamente estabelecidos para fazer uma afirmação de cunho político ou moralista.
  • Xanatos Gambit: Um plano elaborado para o sucesso, independente do resultado - existem dois ou mais finais possíveis para o plano, e você garante sua vitória não importa qual fim seja.
    • Batman Gambit: Um plano baseado na manipulação, derivado dos comportamentos previsíveis dos outros.
    • Xanatos Roulette: Uma mistura dos dois planos acima, mas que se baseia em improváveis coincidências que o personagem criador da trama não poderia saber que aconteceriam, mas que acontecem e fazem tudo funcionar, de qualquer modo.
  • X Meets Y: A premissa é uma combinação de duas coisas conhecidas e que agradam o público, na esperança de que essa coisa nova seja melhor do que a soma de suas partes.
  • Your Mileage May Vary: Não importa qual seja o assunto, muito provavelmente as opiniões se diferenciam largamente sobre ele. Esse tropo é um mantra que reflete esse conceito.

Na wiki

Tropos puramente subjetivos, ou que dizem respeito à própria wiki

  • Darth Wiki: O Gêmeo Maléfico da wiki. Reconhecido por sua cor preta e branca, é a casa das tempestuosas, lamentosas e ácidas críticas que ficariam fora de lugar na wiki verdadeira.
    • Sugar Wiki: De mesmo modo, uma área para babacas e efusivas atitudes de fandom, que também não são permitidas na wiki de fato.
  • Fanon Dis Continuity: Quando algo que é oficial é, por alguma razão - geralmente por ser ruim, fora de contexto ou estúpido - ignorado por uma grande parcela dos fãs.
  • It Just Bugs Me!: O lugar nesta wiki para onde você deve ir quando quiser discutir elementos de uma trama que simplesmente não fazem sentido para você.
  • Justifying Edit: Uma tentativa de editor da wiki de justificar o uso de um tropo.
  • Made of Win: A versão dentro da wiki que equivale ao Crowning Moment Of Awesome, quando uma contribuição é muito divertida ou muito, muito boa.
  • Queixas Acerca De Programas Que Não Gostas: Isso recebe um grande não aqui. Não que você não possa expressar suas queixas sobre as obras que não gosta, mas não sugira um tropo apenas para isso.
  • Tear Jerker: Uma cena ou momento triste que te leva às lágrimas.
  • Trope Maker: O inventor de um tropo.
  • Trope Codifier: Um exemplo que todos os outros autores copiam, ou pelo menos copiam uma cópia dele.
  • Trope Namer: Um exemplo que dá ao tropo o nome na wiki.
  • Ur Example: Defendido largamente como o primeiro exemplo de um tropo.
  • Wild Mass Guessing: Os contribuidores criam teorias bizarras.

Índice de TraduçãoIndice Principal Do TropesWiki Tropes

alternative title(s): Tropes Lendarios
random
TV Tropes by TV Tropes Foundation, LLC is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Permissions beyond the scope of this license may be available from thestaff@tvtropes.org.
Privacy Policy
54081
7