Pt: Nazistas Gramaticais

Em algum lugar no meio do caminho esses estes homens passaram à a se importar mais com a forma do que com o conteúdo: eles são os nazistas gramaticais.

A primeira coisa que deve-se se deve saber sobre tais seres é que sua existência é produto das falhas gramaticais e sua principal razão no mundo é corrigí-las corrigi-las. Além disso, geralmente não criam muitos artigos novos, focando-se mais em encontrar vírgulas nos lugares errados e deixar comentários ácidos para quem quer que tenha cometido tais equívocos, quando em sua forma mais branda.

Em níveis mais extremos, os Nazistas Gramaticais corrigem a casos obscuros de regência verbal, colocação pronominal e crase, além de fazerem questão de ter toda a Reforma Ortográfica assimilada, para não perderem a oportunidade de humilhar aos os outros em mais de uma maneira. Não queira ver um Nazista Gramatical brasileiro se encontrar com um português.

Algumas vezes, contudo, tais pessoas se provam de grande valia, pois tem têm a paciência e a habilidade nescessária necessárias para concertar consertar frases incompreensíveis.